Entenda a importância da meditação e como aplicar

Profile of a couple of man and woman breathing deep fresh air together at sunset

A importância da meditação vai além do que o senso comum acredita, promovendo impactos positivos para o corpo e mente de quem pratica.

A meditação é um conjunto de técnicas que podem ser praticadas sozinho ou em grupo, e visam alcançar um estado pleno para o corpo, mente ou ambos. Essas técnicas exercitam a concentração e o foco do indivíduo, trabalham seus pensamentos e emoções. Assim, é possível relaxar o corpo e a mente, além de gerar resultados positivos para a saúde de um modo geral.

A meditação tem sua origem em religiões e crenças. Não pertence apenas a uma sociedade, mas deriva de muitas práticas antigas, o que a caracteriza com diversas variações e objetivos.

Qual a importância da meditação?

Ao meditar, liberamos a mente de angústias, preocupações e tensões. Tudo isso, embora ocorra na mente, geram impactos negativos ao organismo. Assim, ao praticar meditação, conseguimos manter a saúde orgânica por meio da manutenção da saúde mental – é possível aliviar o estresse, a ansiedade e a depressão, problemas que acarretam muitos outros.

Praticar meditação é importante para se alcançar equilíbrio, aumentar o bem-estar e a qualidade de vida, ao mesmo tempo em que atua como coadjuvante em terapias físicas.

Com a prática da meditação frequente, você:

  • Trata e previne o estresse;
  • Reduz a pressão sanguínea;
  • Reduz a ansiedade;
  • Combate dores físicas;
  • Trata insônia;
  • Ameniza problemas gástricos;
  • Estimula produção de serotonina;
  • Melhora o humor;
  • Fortalece o sistema imunológico;
  • Alcança estabilidade emocional;
  • Estimula a criatividade;
  • Desenvolve a intuição;
  • Melhora a forma de lidar com problemas;
  • Clareia os pensamentos;
  • Alcança sensação de paz e bem-estar;
  • Aumenta o foco mental.

 

Quais os tipos de meditação?

A meditação possui mais de um tipo de técnica e prática. Pode ser feita de diversas maneiras, dependendo do objetivo que se pretende e do tipo de meditação adotado.

A meditação pode ser praticada para expandir a espiritualidade, alcançar bem-estar, obter equilíbrio orgânico e mental, desenvolver uma habilidade mental, aliviar o estresse, entre outros. Também pode ser utilizada como uma forma de terapia para diversas desordens orgânicas, sendo que varia, também, dependendo do tipo de problema que se pretende tratar.

Algumas variações ou tipos de meditação que podemos praticar são: budista, transcendental, indiana, cristã, raja ioga, kundalini ioga, kriya ioga, vipassana, hare krishna e tântrica.

Como deve ser aplicada a meditação?

Cada tipo de meditação deve ser praticado segundo a tradição ou a técnica que possui. Enquanto para algumas é preciso mentalizar uma palavra, para outras utiliza-se um mantra, o silêncio total, a focalização de uma vela, a atenção na respiração, a anulação de pensamentos, entre outros. Porém, de modo geral, praticar a meditação requer um local tranquilo, onde possamos nos concentrar nas técnicas, longe de fatores que poderiam interromper a concentração. Ela pode ser aplicada no dia a dia, assim que acordamos ou logo antes de dormir. Também, podemos empregar algumas técnicas para manter o equilíbrio emocional durante o dia. No trânsito, por exemplo, podemos fazer o controle da respiração para não perder a calma. Ela também pode ajudar em momentos de ansiedade, antes de uma entrevista de trabalho ou de uma reunião importante.

Cuidando de quem traz resultados, pessoas!