Setembro Amarelo tem como objetivo ressaltar a prevenção do suicídio

Depressão - Setembro Amarelo

Setembro amarelo é uma campanha que acontece desde 2014 em todo o país e visa a conscientização sobre a importância da prevenção do suicídio.

Durante todo o mês de setembro, é comum ver espaços públicos e privados decorados e/ou iluminados com a cor amarela. O período foi escolhido porque 10 de setembro é o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio.

Com o Setembro Amarelo, a ideia é promover eventos que abram espaço para debates sobre suicídio, além de divulgar o tema e alertar a população sobre a importância de sua discussão.

Hoje em dia, o suicídio é um problema de saúde pública no Brasil e sua ocorrência tem crescido entre os jovens. De acordo com os números oficiais, 32 brasileiros se matam por dia. Essa taxa é maior do que a de vítimas de AIDS e da maioria dos tipos de câncer. Segundo a Organização Mundial da Saúde, nove em cada dez casos poderiam ser prevenidos.

O suicídio é resultado de um adoecimento mental grave, que repercute na vida das pessoas de forma profunda e irreversível. Há inúmeros fatores causadores, entre eles a cultura social da felicidade, onde não é permitida a demonstração de sofrimento ou tristeza, impondo ao indivíduo a sensação de incompreensão que pode levar ao agravamento do quadro.

Se você tiver pensamentos sobre suicídio ou ações de automutilação, ou conhece alguém que esteja passando por isso, saiba que há formas de superar esse sofrimento. Procure ajuda nos seguintes locais: CAPS, Unidades Básicas de Saúde, Unidades de Pronto Atendimento, Emergências, Hospitais, CVV (disque 188 – ligação gratuita) e com profissionais da saúde.

O Setembro Amarelo conta com o apoio do Centro de Valorização da Vida (CVV), do Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP). Mundialmente, a Associação Internacional para Prevenção do Suicídio (IASP) também participa da divulgação do projeto.

Cuidando de quem traz resultados, pessoas!