Alimentação orgânica ganha cada vez mais adeptos

Ao consumir alimentos orgânicos as pessoas querem evitar problemas de saúde causados pela ingestão de substâncias tóxicas. Pesquisas e estudos têm demonstrado que os agrotóxicos são prejudiciais ao nosso organismo e os resíduos que permanecem nos alimentos podem provocar reações alérgicas, distúrbios hormonais, problemas neurológicos e até câncer.

Mas é bom ficar atento, pois nem todos os “orgânicos” disponíveis no mercado cumprem o que prometem. A qualidade do produto orgânico deve ser assegurada por um Selo de Certificação, que é fornecido por associações e órgãos reconhecidos pelo Ministério da Agricultura. São eles que verificam e fiscalizam a produção de alimentos orgânicos desde a sua produção até a comercialização. O Selo de Certificação é a garantia do consumidor de estar adquirindo produtos mais saudáveis e isentos de qualquer resíduo tóxico.

Para quem não pretende parar de consumir alimentos os convencionais, aqui vão algumas dicas para reduzir a ação dos agrotóxicos:

Lave os alimentos com bucha
A água remove resíduos superficiais. Com bucha e detergente você conseguirá tirar maior quantidade. Sempre enxágue com muita água.

Desconfie dos alimentos muito bonitos
Quanto menos imperfeições, maior a probabilidade de um alimento ter sido maquiado por agrotóxico.

Escolha frutas da estação
Frutas que não são da época recebem muito mais agrotóxicos para que durem bastante.

Diversifique a dieta
Comer sempre o mesmo alimento aumenta o risco de ingerir sempre o mesmo veneno. Os morangos, os tomates e as batatas são os mais vulneráveis.

Deixe o alimento de molho no vinagre
Coloque os alimentos em um litro de água com duas colheres de sopa de vinagre por meia hora. Isso ajuda a degradar o agrotóxico.

Cuidando de quem traz resultados, pessoas!